QUEM FEZ ESTA OBRA?

Pedras do Itaú

O dia do meu aniversário foi um dia muito interessante e comemorei de uma forma diferente da que se costuma fazer normalmente. Fiz uma viagem ao interior de Remanso para, adivinhem só, fazer umas fotos que já vinha planejando há bastante tempo. O local das fotos é muito bonito e fica numa região de grande importância para o desenvolvimento local: a Serra dos Dois Irmãos, na divisa da Bahia com o Piauí. É onde acontece a junção das bacias do rio São Francisco e do rio Parnaíba. Encravado no meio da serra fica a sítio Itaú, cujo nome tem origem nas grandes pedras de cor escura que são abundantes na região (Ita=pedra; u=preta – pedra preta, segundo informou Alcides Modesto). Sempre que ia ao Itaú ficava impressionado com aquelas pedras imensas e a forma como elas estavam, como se estivessem arrumadas de forma planejada, mas nunca levava a câmera para fotografar as pedras e grutas do local. Fico pensando como aquelas pedras foram parar ali. São pedras que aparentemente estão há séculos no mesmo lugar. Vejam como um bloco imenso de pedra está equilibrado… quase não tocando na pedra maior, apoiado na outra pedra e sendo sustentado por um bloco bem menor. Na foto dá pra ter uma ideia da grandeza das pedras ao compararmos o tamanho das mesmas em relação ao tamanho do Alcides. Que explicação pode-se dar? Foi alguma explosão? Ou será que este lugar já foi algum oceano e estas pedras foram trazidas pelo movimento das águas? Uma erupção?!?!?! Quem explica? QUEM FEZ ESTA OBRA? Observem as fotos abaixo:

Alcides Modesto e o santuário nas pedras do Itaú, Remanso-BA.

Alcides Modesto e o santuário nas pedras do Itaú, Remanso-BA.

Hoje as pedras do Itaú formam um conjunto de “grutas” onde os peregrinos se reúnem para celebrar a sua fé. Num dos morros formados pelos lajedos foi erguido um cruzeiro e construído um mirante com acesso livre para visitação, onde se tem uma bela vista de todo o vale. Na primeira foto abaixo vemos Alcides Modesto apontando para o vale ao pé da serra Dois Irmãos. A segunda foto é uma visão mais detalhada do cruzeiro e do mirante. Na foto seguinte uma visão parcial da Serra Dois Irmãos.

Alcides Modesto e o mirante no cruzeiro das pedras do Itaú.

Alcides Modesto e o mirante no cruzeiro das pedras do Itaú.

Uma visão mais abrangente do cruzeiro do Itaú.

Uma visão mais abrangente do cruzeiro do Itaú.

Visão do vale e da Serra dos Dois Irmãos a partir do mirante do cruzeiro.

Visão do vale e da Serra dos Dois Irmãos a partir do mirante do cruzeiro.

No próximo post teremos mais um pouco da minha ida ao Itaú, com fotos da fazenda, de pássaros e das diversas formas de armazenamento de água nessa região do Sertão Nordestino. Veja mais fotos de Remanso e suas riquezas no meu Flickr, clicando aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s