Combata o boato: Dilma nunca participou de qualquer ação armada.

Tovinho Régis, Dilma e Hugo Régis - Aeroporto de Petrolina-PE.

Assim como em partes do Brasil, algumas pessoas vêm fazendo uma campanha sórdida e mentirosa contra Dilma aqui em Remanso. São empresários (já sabemos quais) e até alguns profissionais da área de saúde, que ganham, e ganham MUITO BEM, altos salários de recursos repassados pelos programas do Governo Federal, como o Saúde da Família e o CEO, que inclusive têm que ser cumpridos horários determinados DE 8 HORAS e cumprem apenas duas (quando cumprem). Por isso alertamos aos caros amigos remansenses que deram 81,1% dos votos nesta GRANDE MULHER brasileira, que vai continuar o trabalho do nosso MELHOR PRESIDENTE DE TODA A HISTÓRIA DO BRASIL, para terem cuidado ao ouvirem certos comentários e mentiras que andam espalhando por aí. Antes de acreditarem, procurem ver na internet – tem um site que DILMA colocou só para rebater esta boataria: http://www.dilma13.com.br/verdades – antes de acreditar, vá lá e leia e você será muito bem esclarecido(a). Lembram daqueles que diziam que Jaques Wagner nada fazia? Pois é… Alguns fazem parte daquela turma.

O povo de Remanso é um povo inteligente e muito decidido e, tenho certeza, não acredita nas mentiras e sacramentará mais uma vez o nome de Dilma Rousseff para presidente do Brasil.

Agora veja o que é verdade sobre a vida da nossa próxima presidente, totalmente contrária ao panfleto de baixo calão  que andam distribuindo por aí (já viram como os covardes nunca assinam embaixo?):

Dilma nunca participou de qualquer ação armada

Dilma, na juventude, enfrentou corajosamente a ditadura militar (1964-1985). Combateu a censura, a tortura e os assassinatos políticos, em defesa da democracia e das liberdades de imprensa, de expressão, de reunião e de organização, entre outros direitos suprimidos pelo golpe militar de 1964.

Dilma nunca participou de qualquer ação armada. Presa e torturada, foi condenada a uma pena de dois anos e um mês de prisão, por subversão (revolta, insubordinação)– numa época em que simplesmente resistir à ditadura era considerado subversão – e não por terrorismo.

O presidente Lula também foi preso e processado, pelo que consideravam subversão.

PENSE: Dilma foi solta pela própria Justiça Militar em 1972, após cumprir sua pena por subversão, quando a ditadura ainda estava no auge da repressão. Em seguida, passou a viver em Porto Alegre, com endereço conhecido e fixo, às claras, na legalidade, tanto que ingressou por vestibular na Universidade Federal (UFRGS). Se ela fosse “terrorista” jamais teria sido solta em 1972, nem poderia viver no Brasil legalmente.

Em tempo: mesmo quem participou de ações armadas e só ficaram livres em 1979 com a lei da anistia, agiram como soldados rebeldes em combate, sendo impróprio o termo terrorista. Nelson Madela, para libertar a África do Sul do regime racista, também partiu para a rebelião armada, diante da repressão à liberdade de organização política. (leia mais aqui).

Faça parte da corrente do bem, contra as baixarias de Serra:

Diante de qualquer boato, informe-se sobre a verdade:

Anúncios

2 comentários em “Combata o boato: Dilma nunca participou de qualquer ação armada.

  1. Pingback: Você sabe o que um endereço IP? « Blog do Tovinho Régis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s