CD “Chão Brasileiro” e 25 anos do Irpaa.

Roberto Malvezzi (“Gogó”)*

00_Coluna_do_Gogo

Durante essa semana o Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa) celebra seus 25 anos de trabalhos.

A cooperação da instituição para o novo paradigma da “Convivência com o Semiárido” é inestimável, embora não seja único, claro.

O Irpaa, irmanado à Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA), deu inestimável contribuição à reflexão sobre o Semiárido, colaborou na pesquisa e difusão de novos conhecimentos, novas tecnologias e também na luta pela terra e pela água.

O resultado dessas lutas, feitas por todo chão do Semiárido, é que superamos a mortalidade infantil, a fome, a sede, a miséria, as frentes de emergência e os saques. O Irpaa é parte do núcleo duro dessa superação.

Chico Buarque tem uma música que dizia “perguntas que vidas que andam juntas não se faz”. Utilizando a metáfora, nós da diocese de Juazeiro, particularmente a Comissão Pastoral da Terra (CPT) temos andado juntos nessa caminhada. Boa parte dos fundadores do Irpaa vieram das pastorais sociais da diocese. Essa caminhada continua até hoje.

Durante toda semana haverá palestras e reflexões sobre essa caminhada no Centro Cultural João Gilberto. No sábado, dia 18, a partir das 20 horas, para encerrar, haverá uma festa aberta no João Gilberto com música e cultura.

Lá vou apresentar meu novo CD “Chão Brasileiro”. Com 15 músicas, muitas em parceria com Targino Gondim e Nilton Freittas, arranjado e produzido pelo Rennan Mendes, participação de Camila Yasmine e outros, o CD traz exatamente a temática dessas lutas sociais pela vida melhor no Semiárido.

Muitas das músicas que fiz, inclusive, tem solicitação direta dos educadores do Irpaa, como a música “Água de Chuva”, “Menino, segura esse bode”, “Mudança de Clima” e “Pedagogia da Seca”.

Então, desejamos vida longa ao Irpaa, a todos os lutadores do Semiárido por uma vida digna e reiteramos o convite para todos os interessados em participar da festa de encerramento no dia 18.

*Roberto Malvezzi (“Gogó”), nasceu em 1953, no município de Potirendaba, São Paulo. É graduado em Estudos Sociais e em Filosofia pela Faculdade Salesiana de Filosofia, Ciências e Letras de Lorena, em São Paulo e graduado em Teologia pelo Instituto Teológico de São Paulo. Foi Coordenador Nacional Comissão Pastoral da Terra – CPT. Ao longo dos anos, lutou contra o regime militar, na defesa dos direitos das populações realocadas em razão da barragem de Sobradinho. Atualmente, reside em Juazeiro-BA e atua na Equipe CPP/CPT do São Francisco.

Anúncios

Um comentário em “CD “Chão Brasileiro” e 25 anos do Irpaa.

  1. Muito bem! Palmas a Roberto Gogó Malvezzi pela luta continuada em prol dos interesses da sociedade de uma forma geral, via participação na luta dos camponeses pela sobrevivência digna. Melhor ainda é ser a música uma das ferramentas do seu trabalho. Ouvirei com satisfação “Chão brasileiro”, seu novo CD.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s